top of page
  • Foto do escritorMarcelo Volpato

Benefícios de saúde impulsionam o bem-estar e a produtividade nas empresas



A oferta de benefícios de saúde, além de visar o bem-estar dos colaboradores, é uma prática essencial para empresas que desejam se destacar no mercado, atraindo e retendo os melhores talentos. Em uma pesquisa recente da Gympass, realizada com líderes de Recursos Humanos de diversos países, 85% dos gestores brasileiros dizem que a medida traz vantagens competitivas.


Um outro estudo, este da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, aponta que os transtornos mentais que afetam parte dos trabalhadores brasileiros impactam até mesmo o faturamento das empresas, que chegam a perder R$ 397,2 bilhões por ano por questões desta ordem. O impacto no PIB é considerável – chegando a 4,7%.


Já sabemos, portanto, que a saúde dos colaboradores não pode mais ser encarada separadamente da performance da companhia. Ao adotar programas de cuidados para a saúde integral das equipes, com a combinação de aspectos físicos, mentais, psicológicos e nutricionais, as empresas conseguem superar desafios e impulsionar pontos-chave do negócio.


Aqui estão alguns deles:


  1. Atração e retenção de talentos: em um ambiente empresarial cada vez mais competitivo, assim como um cenário socioeconômico onde o acesso à saúde é complexo, oferecer benefícios de bem-estar pode ter peso para a decisão de um profissional qualificado ao assumir ou permanecer em uma vaga.

  2. Aumento de produtividade: profissionais saudáveis tendem a ter mais energia e maiores níveis de concentração. Consequentemente, são mais produtivos do que os que vivem sob altos níveis de estresse, sem oportunidade de cuidar de questões mentais e emocionais ou com a saúde debilitada de alguma outra forma. Não é mais novidade que uma doença psicológica, mais cedo ou mais tarde, vai refletir na saúde física.

  3. Fortalecimento da cultura e da imagem organizacional: companhias que se preocupam com a saúde dos colaboradores estabelecem um clima organizacional positivo em que prevalece o sentimento de valorização e pertencimento. Da mesma forma, essas organizações tendem a ser mais bem vistas pelo mercado e pela sociedade em geral, com chances de ampliar suas relações com seus públicos, atraindo clientes e investidores.


Para se valer de todas essas vantagens, é necessário que a empresa conte com recursos que auxiliem tanto no diagnóstico da saúde dos colaboradores quanto no seu atendimento. Isto é proporcionado por healthtechs como a Starbem, que disponibiliza consultas por videochamadas com mais de 15 especialidades médicas, como clínica geral, psicologia, nutrição e até mesmo psiquiatria.


Pela tecnologia da Starbem, líderes e gestores da área de cultura e pessoas conseguem ter um melhor panorama sobre o nível de saúde do time como um todo, podendo criar ações para gerir e cuidar da questão. É possível acompanhar a evolução no número de consultas do time, bem como o nível de no show e outros dados que podem apresentar um melhor diagnóstico da adesão dos colaboradores aos cuidados de saúde e tratamentos, bem como hábitos de cuidado com a saúde mental e outros parâmetros. Tudo isso acontece respeitando a privacidade dos pacientes e em total conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Em outras palavras, os dados consolidados da saúde das equipes podem ser mensurados e analisados, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida de todos os envolvidos.

23 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page