top of page
  • Foto do escritorJulia Saraiva

Viés inconsciente: como ele impacta nossas decisões?


A imagem apresenta um quebra-cabeça com uma mão colocando a peça que falta; nesta peça, há uma representação de um cérebro e engrenagens.

O viés inconsciente, embora muitas vezes imperceptível, desempenha um papel significativo em moldar nossas percepções e decisões diárias. Essa série de atalhos mentais automáticos, desenvolvidos ao longo do tempo, pode influenciar nossas interações sociais, escolhas profissionais e até mesmo nossas visões de mundo.


O que é viés inconsciente?

O viés inconsciente refere-se aos preconceitos que temos sem mesmo perceber. Esses preconceitos são moldados por nossas experiências, cultura e ambiente, afetando a forma como interpretamos informações e interagimos com o mundo ao nosso redor.


Como ele surge?

O viés inconsciente surge da necessidade do cérebro de processar informações rapidamente, categorizando e simplificando complexidades para facilitar a tomada de decisões. No entanto, esse processo automático pode levar a generalizações e estereótipos prejudiciais.


Qual seu impacto nas decisões cotidianas?

Desde a avaliação de currículos até interações sociais, o viés inconsciente pode influenciar nossas decisões de maneiras sutis, mas significativas. Ele pode afetar escolhas de contratação, promoções e até mesmo a maneira como percebemos as habilidades e competências das pessoas ao nosso redor.


Ou seja, reconhecer a existência do viés é o primeiro passo para reduzi-lo. A promoção da diversidade e inclusão, a conscientização sobre os próprios preconceitos e a implementação de processos de tomada de decisão mais objetivos são estratégias eficazes para combater o impacto negativo do viés inconsciente.


Explorar o viés inconsciente é essencial para promover ambientes mais equitativos e justos. Ao compreender como nossas mentes podem ser influenciadas por esses padrões automáticos, podemos trabalhar em direção a uma sociedade mais consciente, inclusiva e igualitária. Afinal, a jornada para combater o viés começa com a conscientização.


Fontes

Exame

Instituto de Psicologia USP

4 visualizações0 comentário
bottom of page